Carga Tributária · Impunidade · Todos

Quantas seriam as pessoas envolvidas? 150 mil???

Por Carlos Roberto Teixeira Netto

Um cálculo rápido… Alguém, por favor me avise se tiver um erro grosseiro (ordem de grandeza)…

  • PIB Brasil 2010: R$ 2.500 Bi
  • Carga Tributária próxima de 36% do PIB => 36% de 2.500= R$900 Bi
  • =Gastos em 2010 pelo estado (união, estados, municípios), dos impostos recolhidos: R$ 900 Bi

    => Gasto mensal em 2010 :  R$900 dividido por 12= R$ 75 Bi

    Assumindo um desvio/fraude/roubo de 10% dos gastos mensais (baixo? alto? realista?) => São desviados R$ 7.5 Bi por mês (*)

    Assumindo um valor médio para corromper: R$ 50 mil por mês

    => Pessoas corrompidas/envolvidas no “esquema” (tem muito a perder) : 150.000 pessoas!

    Quem seriam essas pessoas?

    senadores, deputados, vereadores, funcionários públicos, advogados, juízes, promotores, procuradores, empresários, homens da mídia, etc.?

    Algumas perguntas ficam:

    1) Isto funcionaria como uma “distribuição de renda” ou estaria, apenas, aumentando a concentração de renda?

    2) Como colocar o país nos eixos?

    Aí vai minha contribuição: Crimes contra o Erário

    Cada dia que passa aparecem nas manchetes e notícias uma pequena parte dos R$7.5 bi por mês desviados dos cofres públicos.

    (*) Só para ajudar em entender a ordem de grandeza deste número… o Bolsa Família representa o desembolso de “apenas” R$1 Bi por mês… É da mesma ordem de grandeza do serviço (juros/custo) da dívida pública interna!
    Anúncios

    2 comentários em “Quantas seriam as pessoas envolvidas? 150 mil???

    1. Analisando rapidamente, e do que vi na mídia estes últimos 30 e poucos anos, entendo que uma grande parte do percentual desviado, que sempre houve por sinal, embora a cada ano o montante cresça, fique concentrado em grandes maracutaias, nas mãos portanto de uns poucos – que enriquecem muito e enviam milhões de US$ e Euros pro exterior: políticos, empreiteiros, latifundiários, dentre outros. Além disso, há os pequenos desvios diários e de esquemas viciados na maioria dos serviços públicos, em todas as instâncias e nos privados que se imiscuem nestes esquemas fraudulentos para poderem ter seu lugar ao sol. Dificilmente algum brasileiro, adulto, creio, já não foi apresentado (ofertado/solicitado) a algum destes esquemas já entranhados em órgãos e serviços de naturezas diversas. Como acabar/romper com esses esquemas? Não faço idéia. Creio que denúncias gerais e específicas – o que exige grande coragem e desapego à vida – causariam um bom impacto. Outra sugestão: uma mega, hiper desburocratização em todos os âmbitos e ultra-simplificação tributária (com super-unificação de impostos e taxas). Vide, por ex., a facilidade para abrir e fechar uma empresa nos EUA e a transparência e facilidade para se arrecadar/pagar todos os impostos e taxas lá. Não tem porque se submeter a fiscais corruptos e leis impossiveis se isso for feito de fato.
      Vontade política? Oração, com certeza!

      Curtir

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s